Anaconda The Honda, uma Street Tracker que mescla os anos 70 e 80… com o confinamento de 2020

A Anaconda The Honda é uma mota da Renard Speed Shop, que se trata de uma Honda XBR500 modificada este ano. É uma mota clássica datada de 1988, que recebeu um tratamento inspirado nas décadas de 1970 e 1980, sendo um produto criado em pleno confinamento motivado pela pandemia.

Segundo disse o responsável da Renard, Andres Uibomäe, ao site bikeexif.com, o nome da mota deriva de Rhonda The Honda, como Steph Jeavons batizou a mota usada na circunavegação global que fez. Na sua essência, o projeto junta os esquemas de pintura norte-americanos dos anos 1970, a engenharia japonesa dos anos 1980 e a inspiração tida durante a pandemia.

O quadro e o motor estavam em boas condições e foram mantidos sem grandes modificações, mas tudo o resto foi alterado, desde a caixa de ar personalizada ao carburador, passando pelo reservatório de óleo e o sistema de escape personalizado com silenciador SuperTrapp.

A roda dianteira é nova, de uma Honda Gold Wing, e a forquilha foi ligeiramente rebaixada. O travão frontal consiste agora de um sistema da Beringer com seis pistões. O farol é vintage e o guiador é igualmente novo como os punhos Puig. O velocímetro Motogadget Motoscope Tiny está no meio do guiador.

Vindo de uma Cagiva antiga, o depósito de combustível foi adornado com uma extravagante pintura em que o verde domina, e exibe o nome da mota: Anaconda The Honda. O assento possui couro natural claro. A chave de ignição é outro aspeto particular, tendo sido concebida de maneira a assemelhar-se a uma ficha de ligação áudio.

Fonte da imagem: facebook.com/renardspeedshop
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like