Um ‘fantasma’ que não assusta: a Phantom da Clock Work Motorcycles

Em idioma Inglês, phantom significa fantasma. Essas figuras fictícias têm, habitualmente, uma conotação negativa, com algo assustador, mas está longe de ser o caso da Phantom da Clock Work Motorcycles.

Partindo de uma Honda CB750 de 1975, os responsáveis do projeto colocaram mãos à obra com diversas novidades. O quadro foi modificado e recebeu um novo revestimento a cor negra. As forquilhas dianteiras foram encurtadas e receberam molas progressivas. Atrás, também há amortecedores de suspensão progressivas, sendo que ambas as rodas foram revestidas em preto e calçadas com pneus Continental.

O motor foi alvo de uma reconstrução completa e foi-lhe acrescentado um escape do tipo 4-em-1, terminando num silenciador em aço inoxidável localizado na parte direita. A parte elétrica baseia-se numa Motogadget M-unit. O assento personalizado tem estofo em couro, o farol dianteiro segue o estilo Bates e há indicadores de mudança de direção Posh Japan. A pintura personalizada do depósito de combustível é num tom de cinzento escuro. No painel de instrumentos encontra-se um pequeno conta-quilómetros circular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like