Um ‘rebuçado’, só de nome – a Candy da 6/5/4 Motors

A sueca 6/5/4 Motors tem à venda uma das suas criações mais únicas e, simultaneamente, muito apelativas não fugindo ao olhar logo à primeira vista.

Esta é uma oficina comunitária, em que as pessoas pagam para usar as instalações e ferramentas de modo a criarem e construírem os seus próprios projetos.

De acordo com o site bikeexif.com, este trabalho foi de Rasmus Steyner Randén, com base numa Yamaha SR500 de 1980. A sua pretensão era ter uma mota para enfrentar melhor o tráfego citadino do que com o carro.

O subquadro foi encurtado, enquanto a carroçaria é nova. O depósito de combustível é consideravelmente mais estreito, vindo de uma Yamaha FS1 de 1979. Também o assento é delgado, terminando num suporte de bagagem feito à mão.

Há guarda-lamas em alumínio à frente e atrás. O motor foi reconstruído, recebendo um novo cilindro, um novo pistão Wiseco e tubos de travão Kedo. O carburador é da Mikuni e o filtro da K&N. Já o escape é da SC Project.

Foram incluídas rodas de 18 polegadas Excel Takasago. As molas de suspensão Wirth e os amortecedores traseiros YSS compõem o sistema de suspensão. O guiador é da ProTapewr com punhos Vans.

O projeto da Candy acrescentou uma manete de descompressão e novas pedaleiras, além de farol dianteiro e luzes traseiras ao estilo Bates. Os indicadores de mudança de direção são clássicos.

Para decorar a mota a aposta foi numa conjugação cromática: o cor-de-laranja no depósito de combustível e o azul celeste no quadro, com os guarda-lamas e assento em preto. Não há carenagens. Há ainda um ‘lettering’ ‘Candy’ a branco no depósito de combustível.

Créditos: Daniel Hjellum – Ext.
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like